Tempo
|
A+ / A-

Parlamento. Responsáveis da ANA ouvidos sobre problemas nos aeroportos

06 jul, 2022 - 08:00 • Lusa

Em causa está a classificação do site alemão AirHelp, que coloca o Aeroporto Humberto Delgado na 132.ª posição, com uma avaliação geral de 5.76 em 10 pontos, entre os 132 aeroportos. Já o Aeroporto Sá Carneiro, no Porto, aparece como o oitavo pior.

A+ / A-

O presidente do Conselho de Administração e o presidente executivo da ANA são ouvidos no parlamento, por requerimento do PSD, para esclarecimentos sobre os problemas nos aeroportos de Lisboa e do Porto.

Em causa está a classificação do site alemão AirHelp, que se dedica à defesa dos passageiros aéreos, e divulga anualmente um "ranking" mundial dos aeroportos, no qual o Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, surge na 132.ª posição, com uma avaliação geral de 5.76 em 10 pontos, entre os 132 aeroportos avaliados, ou seja, em último lugar.

Já o Aeroporto Sá Carneiro, no Porto, aparece como o oitavo pior, com uma pontuação geral de 6.46.

Como parâmetros avaliados estão, entre outros, os atrasos nas partidas e chegadas, a qualidade do serviço e os espaços comerciais e de alimentação.

"Para um país que depende muito significativamente das receitas do turismo e da sua imagem, este tipo de notícias é causador de danos reputacionais com reflexos na atividade turística", lê-se no requerimento apresentado pelo grupo parlamentar do PSD, que entende ser "relevante conhecer a razão de tais classificações e o que está a ser feito em relação às mesmas".

No requerimento, o grupo parlamentar do PSD pedia a audição do presidente do Conselho de Administração da empresa gestora de aeroportos, que pertence ao grupo francês Vinci, José Luís Arnaut, mas fonte oficial da ANA confirmou à Lusa que vai também comparecer o presidente da Comissão Executiva, Thierry Ligonnière.

A audição acontece numa altura em que estão a ser cancelados vários voos, diariamente, nos aeroportos europeus, devido à falta de pessoal, greves e outros fatores externos agravantes, nomeadamente climáticos, relacionados com a Covid-19 ou com imprevistos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+