Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Congresso sobre Direitos e Liberdades Fundamentais

Associações exigem “verdade” na defesa da vida

12 jun, 2022 - 16:16 • Isabel Pacheco

Verdade na defesa da vida, mais políticas de proteção à família e liberdade na educação são as reivindicações que saem do Congresso sobre Direitos e Liberdades Fundamentais que terminou, este domingo, em Viana do Castelo. A organização da iniciativa vai fazer chegar um conjunto de recomendações ao governo e à Presidência da República.

A+ / A-

O Congresso Popular sobre Direitos e Liberdades Fundamentais pede “verdade” na defesa da Vida. O apelo é dirigido às entidades responsáveis pelo destino do país pelas quatro associações que organizaram o congresso que terminou, este domingo, em Viana do castelo.

“Há um respeito pela verdade que exigimos. Verdade que tem que ver com a defesa da vida, a proteção da família enquanto célula base da sociedade e a liberdade dos pais em educarem os seus filhos na verdade”, resume à Renascença Artur Mesquita Guimaraes, da Plataforma Renovar, uma das quatro associações responsáveis pela organização do congresso.

Nesse sentido, adianta Artur Mesquita Guimarães, a organização da iniciativa fará chegar, em breve, um “conjunto de recomendações” a várias entidades, entre elas, o Primeiro-Ministro e o Presidente da Républica.

“Tínhamos por objetivo apresentar recomendações às autoridades com responsabilidade direta no destino do nosso país e é o que vamos fazer. Só daremos o congresso por encerrado quando dermos esse passo que deverá ser dentro de oito dias”, avança o responsável.

“Família, Vida e Dignidade” serviu de tema ao congresso popular que, durante três dias, debateu no centro pastoral Paulo VI, em Viana do Castelo, os Direitos e as Liberdades Fundamentais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+