Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19. Hospital de São João pondera ativar nível 3 de contingência

17 mai, 2022 - 19:44 • Lusa

A confirmar-se, a ativação deste nível poderá ter implicações nas cirurgias programadas. Neste momento, o hospital tem 80 doentes internados com Covid-19.

A+ / A-

O Centro Hospitalar Universitário São João, no Porto, adiantou nesta terça-feira à Lusa estar a equacionar ativar o nível 3 do plano de contingência para a Covid-19 devido ao aumento do número de casos e à "elevadíssima afluência" às urgências.

A eventual ativação do nível 3, num total de 4, poderá ter implicações nas cirurgias programadas perante a necessidade de alocar camas a doentes com covid-19, referiu a fonte.

Neste momento, o hospital tem 80 doentes internados com Covid-19, o que obrigou à abertura de mais uma enfermaria, dado a área Covid-19 estar já "totalmente ocupada".

"Regista-se ainda uma elevadíssima afluência aos serviços de urgências, com uma taxa de positividade para a Covid-19 acima dos 40% em doentes com queixas respiratórias", sublinhou.

Isto acontece, ressalvou, numa altura em que "imensos profissionais de saúde" estão ausentes ao serviço por estarem infetados.

Já na semana passada, e questionado sobre um possível regresso do hospital de campanha do INEM, desmontado a 30 de agosto de 2021, o presidente do conselho de administração foi perentório em dizer: "de modo algum".

Na justificação, Fernando Araújo avança que o Centro Hospitalar Universitário São João fez alterações na sua estrutura para ter capacidade para responder à procura sem necessidade de estruturas secundárias.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+