Tempo
|
A+ / A-

​Telescola vai voltar, agora para os alunos ucranianos

06 mai, 2022 - 21:45 • Cristina Nascimento

Ministro da Educação revelou que já estão a terminar as gravações. Iniciativa pretende ajudar à integração das crianças e jovens ucranianos que chegaram a Portugal na sequência da guerra.

A+ / A-

A telescola vai voltar aos ecrãs da RTP, mas agora para ajudar estudantes ucranianos em Portugal.

O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, no Parlamento. João Costa revelou que as gravações dos programas estão já na reta final.

“Retomámos a parceria com a RTP no ‘Estudo em Casa’ para ter um programa televisivo de português para alunos ucranianos em parceria com professores ucranianos que estão cá, alguns também refugiados”, explicou o governante, acrescentando que no sábado, vão estar “no final das gravações, na última gravação destes programas”.

Nesta audição no Parlamento, no âmbito da apresentação na especialidade do Orçamento do Estado para 2022, João Costa revelou que neste momento já estão nas escolas portugueses quatro mil alunos vindos recentemente da Ucrânia.

Sobre o mesmo assunto, o secretário de Estado da Educação António Leite explicou que é na zona de Lisboa que se concentra grande parte destes alunos e que há, neste momento, “358 turmas de português de língua não materna onde há jovens ucranianos a aprender português”.

António Leite acrescentou que estão também ser lecionados “26 cursos de português de língua de acolhimento para os seus pais poderem também aprender português”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+