A+ / A-

PSP reforça policiamento no âmbito da operação “Páscoa em Segurança” até 18 de abril

08 abr, 2022 - 19:05 • Lusa

PSP lembra que, durante os períodos de ausência da residência, as famílias devem garantir que portas e janelas ficam bem trancadas, devendo evitar publicitar ausências mais prolongadas nas redes sociais.

A+ / A-

A PSP realiza até 18 de abril a operação “Páscoa em Segurança” através de um reforço policial nos principais centros urbanos e de um aumento das ações de fiscalização de trânsito, indicou esta sexta-feira aquela força de segurança.

Em comunicado, a Polícia de Segurança Pública dá conta que, no âmbito da operação “Páscoa em Segurança”, desde quarta-feira e até 18 de abril, vai aumentar a “presença na via pública” através de um reforço da “visibilidade e capacidade de prevenção da ocorrência de ilícitos criminais”, contribuindo assim “para o aumento do sentimento de segurança”.

Na vertente da segurança rodoviária, a PSP está a intensificar a realização de operações de fiscalização, “com especial incidência nas principais causas da sinistralidade”, como condução sob o efeito do álcool e substâncias psicotrópicas, excesso de velocidade, uso do telemóvel durante a condução e não utilização de cintos de segurança e sistemas de retenção.

A polícia indica também que, durante a semana que antecede a Páscoa, a fiscalização aumentará não apenas nos centros urbanos, mas também nos acessos aos principais eixos rodoviários interurbanos.

A PSP relembra igualmente que, durante os períodos de ausência da residência, as famílias devem garantir que portas e janelas ficam bem trancadas, devendo evitar publicitar as ausências mais prolongadas, nomeadamente através das redes sociais.

A Polícia de Segurança Pública vai ainda aumentar o policiamento nas zonas residenciais, ativando durante o decorrer desta operação a vigilância a residências particulares após os interessados apresentarem esse pedido na esquadra da área de residência.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+