Tempo
|
A+ / A-

Defesa de João Rendeiro acede a processo de extradição e aguarda julgamento com "expectativa"

04 abr, 2022 - 23:11 • Lusa

A defesa de João Rendeiro vai aceder na terça-feira aos documentos do processo de extradição enviados pela Procuradoria-Geral da República (PGR), confirmou hoje a advogada do antigo presidente do BPP, manifestando expectativa pelo arranque do julgamento.

A+ / A-

A defesa de João Rendeiro vai aceder na terça-feira aos documentos do processo de extradição enviados pela Procuradoria-Geral da República (PGR), confirmou a advogada do antigo presidente do BPP, esta segunda-feira, manifestando expectativa pelo arranque do julgamento.

"Vou recolher pessoalmente os documentos de extradição e visitar João Rendeiro. Aguardamos com expectativa o pré-julgamento e o julgamento. Irei recolher os documentos e levá-los de volta ao meu cliente", disse June Marks à Lusa, clarificando que o processo será recolhido no tribunal de Verulam (África do Sul).

A mandatária do ex-banqueiro, de 69 anos, visitou-o e assegurou que "ele está bem" e que não houve deterioração das condições na prisão de Westville, onde João Rendeiro se encontra desde dezembro de 2021, após a sua detenção num hotel da cidade de Durban.

"Vi-o hoje e voltarei amanhã. E ele disse que aguardava o julgamento com expectativa", reiterou a advogada, em alusão à sessão preparatória no tribunal marcada para 20 de maio, já com a presença da defesa e do Ministério Público sul-africano, bem como o julgamento, que vai decorrer entre os dias 13 e 30 de junho.

As autoridades sul-africanas receberam no dia 25 de março, por via diplomática, a documentação relativa ao processo de extradição de João Rendeiro, adiantou então a PGR.

Os documentos enviados em janeiro pela PGR para a África do Sul regressaram a Portugal em fevereiro, depois de se ter percebido numa sessão em tribunal que a fita que selava os documentos em português estava quebrada. No entanto, a fita dos documentos traduzidos para inglês estava intacta.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+