A+ / A-

Proteção Civil proíbe queimas e queimadas a partir de domingo

29 jan, 2022 - 16:54 • Lusa

Desde sexta-feira foram registadas mais de 300 ocorrências relativas a incêndios rurais.

A+ / A-

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) proibiu este sábado a realização de queimas e queimadas a partir das 00h00 de domingo e até terça-feira, alertando para a manutenção do perigo de incêndio.

Num comunicado, a ANEPC refere que o Centro de Coordenação Operacional Nacional, em reunião extraordinária realizada este sábado, "deliberou a suspensão de todos os pedidos de autorização para realização de queimas e queimadas" entre as 00h00 de domingo, dia 30, e as 23h59 de terça-feira, 1 de fevereiro.

A ANEPC justifica a decisão com a previsão, por parte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, do "aumento da intensidade do vento que, em combinação com a continuação de tempo quente e seco, com temperaturas acima da média para esta época do ano, conjugado com o número de comunicações para a realização de queimas de amontoados e queimadas, podem dar origem a incêndios rurais".

Segundo a ANEPC, os efeitos expectáveis passam pelo "aumento da dificuldade das ações de supressão aos incêndios rurais em consequência do aumento da intensidade do vento e da baixa humidade relativa do ar".

Na sexta-feira, a ANEPC registou no território continental 132 ocorrências relativas a incêndios rurais.

Este sábado, até as 16h30, a Autoridade Nacional contabilizou 174, disse à Lusa o oficial de operações do Comando Nacional.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+