Tempo
|
A+ / A-

Caso Abramovich

Frente Cívica escreve carta de apoio a Navalny e critica atribuição de nacionalidade a Abramovich

25 jan, 2022 - 23:00 • Vítor Mesquita , com Redação

O ativista russo Alexei Navalny, no final de dezembro, criticou Portugal, um país da NATO, por ter concedido cidadania a Abramovich, chegando a dizer que as autoridades portuguesas carregam malas com dinheiro.

A+ / A-

Os dirigentes da Frente Cívica escrevem e enviam, esta quarta-feira, uma carta ao ativista russo Alexei Navalny.

No documento a que a Renascença teve acesso em primeira mão, dizem partilhar da indignação do opositor de Vladimir Putin com a obtenção da nacionalidade portuguesa por Abramovich.

"Nós vimos como Navalny denunciou a permissividade do Estado português neste caso e não deixamos de concordar com ele e de nos sentirmos envergonhados com a figura que o Estado fez a nível internacional", explica João Paulo Batalha.

O ativista russo Alexei Navalny, no final de dezembro, criticou Portugal, um país da NATO, por ter concedido cidadania a Abramovich, chegando a dizer que as autoridades portuguesas carregam malas com dinheiro.

A carta redigida pela Associação Frente Cívica pede esclarecimentos ao Instituto dos Registos de Notariado, como, por exemplo, "informação estatística que nos permita avaliar como o programa está a ser controlado pelo Estado português", conta João Paulo Batalha.

Tópicos
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+