Tempo
|
A+ / A-

Boletim DGS

Portugal com novo máximo de quase 41 mil casos diários de Covid-19

12 jan, 2022 - 14:24 • Cristina Nascimento , Marta Grosso

Portugal ultrapassou esta quarta-feira um milhão e 700 mil infetados com Covid, desde o início da pandemia. No total do país, há agora mais de meio milhão de pessoas em isolamento.

A+ / A-

Veja também:


Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais de 40 mil (40.945) novos infetados com Covid-19, um novo máximo. Há também a registar mais 20 mortos, de acordo com os dados da Direção-Geral da Saúde.

O documento indica ainda um novo aumento do número de internados. Há agora 1.635 pessoas com Covid-19 internadas nos hospitais, mais 71 do que ontem, dos quais 167 em cuidados intensivos (mais 14).

O relatório aponta ainda para uma ligeira descida do R(t) de 1,24 para 1,23, mas um aumento da incidência de 3.204,4 casos por 100 mil habitantes para 3.615,9.

Das 20 vítimas mortais, uma tinha entre 40 e 49 anos, outra tinha entre 60 e 69 anos, quatro tinha entre os 70 e os 79 anos e 14 mais de 80 anos.

Olhando para o mapa de Portugal, a região Norte lidera com o maior número de novas infeções, 15.943, seguida de Lisboa e Vale do Tejo, com 15.293 casos. Em terceiro lugar surge a região Centro, com 4.850 casos, seguida da Madeira, com 2.046. O Algarve soma mais 1.241 casos da doença e o Alentejo mais 1.133. Por último, os Açores registam 439 novas infeções.

No total do país, há agora mais de meio milhão de pessoas em isolamento (513.886 pessoas), de acordo com os dados do relatório da DGS.

Desde o início da pandemia, Portugal regista 1.734.343 casos da doença, dos quais 19.181 acabaram por morrer e 1.438.268 conseguiram recuperar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+