Tempo
|
A+ / A-

Teletrabalho passa a ser obrigatório até 14 de janeiro

06 jan, 2022 - 13:04 • Redação

Após essa data o Governo continua a recomendar o teletrabalho.

A+ / A-

Veja também:


A obrigatoriedade do teletrabalho será prolongado até dia 14 de janeiro, data a partir da qual passará a ser apenas recomendado.

A medida foi anunciada pelo primeiro-ministro António Costa na conferência de imprensa, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros.

Com esta decisão a medida tem no total uma duração de três semanas.

A anterior decisão era a de que o teletrabalho terminaria a 9 de janeiro.

Já antes o teletrabalho obrigatório, que estava previsto arrancar a 2 de janeiro, foi antecipado a partir de 25 de dezembro, caso as funções o permitissem.

O Governo decidiu antecipar o período durante o qual o teletrabalho é obrigatório, determinando que este regime vigora a partir das 00:00 do dia 25 de dezembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+