Tempo
|
A+ / A-

Piratas informáticos atacam sites do Expresso e SIC

02 jan, 2022 - 10:53 • Redação

Os valores de resgate exigidos pelo grupo conhecido como o Lapsus Group não são conhecidos.

A+ / A-

Os sites do jornal Expresso e da SIC estão “temporariamente indisponíveis” na sequência de um aparente ataque informático.

“O grupo confirma que os sites do Expresso e da SIC, bem como algumas das suas páginas nas redes sociais, estão temporariamente indisponíveis, aparentemente alvo de um ataque informático, e que estão a ser desencadeadas ações no sentido de resolver a situação”, refere fonte oficial do grupo à Renascença. A mesma mensagem foi partilhada na conta de Twitter do Tribuna, a secção de desporto do Expresso, que terá escapado ao ataque.

Ao que tudo indica, os sites foram atacados por um grupo de piratas informáticos, conhecido como o Lapsus Group, na madrugada deste domingo, que exigem o pagamento de um resgate para a desbloquear o acesso.



De acordo com a estação, “o site da revista Blitz também foi afetado pelo ataque ‘ransomware’”.

“Os dados serão vazados caso o valor necessário não for pago. Estamos com acesso nos painéis de ‘cloud’ (AWS) entre outros tipos de dispositivos. O contacto para o resgate está abaixo”, pode ler-se na mensagem disposta pelo grupo no endereço do semanário.

Na página do Twitter do jornal, o grupo, que foi o mesmo que mandou abaixo o sistema informático do Ministério da Saúde, no mês de dezembro, publicou um link do Telegram com a legenda “Lapsus$ é oficialmente o novo presidente de Portugal”.

[notícia atualizada às 12h30]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria
    02 jan, 2022 Palmela 11:24
    Haaaaaaa!

Destaques V+