Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Surtos em lares a diminuir: são 44, eram mais de 300 há um ano

23 dez, 2021 - 07:54 • João Cunha , Marta Grosso

Governo incentiva instituições a prosseguir “trabalho que têm feito”. Hoje, é assinado um pacto de cooperação com o setor social.

A+ / A-

Veja também:


O número de surtos de Covid-19 nos lares tem diminuído, afirma a ministra do Trabalho e Segurança Social à Renascença.

“Temos cerca de 44 surtos [ativos]. É um número diferente do que tínhamos há um ano – quando tínhamos mais de 300 surtos em simultâneo”, indica Ana Mendes Godinho.

Por isso, “a preocupação é manter todas as medidas de prevenção” e “a mensagem é continuar a fazer o trabalho que todas as instituições têm feito, que é de procurar proteger ao máximo as pessoas utilizando todas as medidas de prevenção e estar sempre atento aos sinais para tentar detetar o mais cedo possível situações de casos para evitar a propagação”.

Para já, a ministra não antevê a adoção de novas medidas para os lares de idosos.

Nesta quinta-feira, o Ministério do Trabalho assina um pacto de cooperação com o setor social, com vista a aproveitar os fundos do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR) para atualizar as comparticipações pelos serviços prestados. Isto, numa altura em que grande parte das IPSS e Misericórdias está à beira da insolvência.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+