Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Semana de contenção? "Pode não ser suficiente", reconhece a Diretora-Geral da Saúde

20 dez, 2021 - 23:10 • Redação

Diretora-Geral lembra que o Governo "tem toda a informação” disponível para tomar decisões e confirma que a DGS foi consultada para adoção das novas medidas que serão decidida esta terça-feira em Conselho de Ministros.

A+ / A-

Veja também:


A Diretora-Geral da Saúde reconhece que a semana de contenção de 2 a 9 de janeiro “pode não ser suficiente” perante o avanço da pandemia de Covid-19, motivado pela variante Ómicron.

Em entrevista esta segunda-feira à noite no programa Polígrafo SIC, Graça Freitas avisou que o país enfrenta um quadro de “altíssima incerteza” e que “estamos a lidar com um fenómeno diferente, novo em relação ao que tínhamos há duas, três semanas”.

Questionada sobre a adoção de novas medidas restritivas, que poderão ser anunciadas esta terça-feira em Conselho de Ministros, a Diretora-Geral lembrou que o Governo "tem toda a informação” disponível para tomar decisões e confirma que a DGS foi consultada para adoção das novas medidas que serão decididas.

Preocupação com os hospitais

Para Graça Freitas, a grande preocupação prende-se com o aumento das infeções e no que isso possa vir a pesar nos internamentos, independentemente da gravidade da nova variante.

A comunidade científica aponta para o consenso de que, apesar de ser mais transmissível, a variante Ómicron não traz manifestações graves da doença.

No entanto, "mesmo que ela não se venha a revelar muito grave, pode só pelo volume potencial de novos casos vir a gerar pressão sobre o sistema de saúde".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+