A+ / A-

Números de SIDA em Portugal não serão publicados este ano. A culpa é da Covid-19

30 nov, 2021 - 16:34 • João Carlos Malta

A DGS anuncia que este ano não vai divulgar os dados estatísticos da SIDA. A pandemia "impossibilitou a recolha atempada da informação necessária à elaboração do relatório".

A+ / A-

A Direção-Geral da Saúde e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge anunciaram que o Relatório sobre a evolução da SIDA em Portugal não será divulgado, como habitualmente, a 1 de dezembro de 2021, que assinala o Dia Mundial da SIDA.

A DGS justifica a ausência de dados com a pandemia da COVID-19. Segundo o organismo liderado por Graça Franco, o combate à pandemia determinou a "necessidade de desenvolvimento, atualização e gestão de múltiplas ferramentas de monitorização das suas várias dimensões".

Ess facto levou ao desvio dos recursos disponíveis. "A premência desta situação extraordinária sobrepôs-se às imprescindíveis atualizações e manutenção do sistema informático do VIH (SI.VIDA), o que impossibilitou a recolha atempada da informação necessária à elaboração do relatório", escreve em comunicado a DGS.

A mesma DGS diz que embora existam informações, recolhidas através da notificação clínica de casos e de outras fontes, "sabe-se que não estão garantidas a abrangência e representatividade de dados que permitiria conhecer a dimensão e as características atuais da infeção, bem como compreender a sua evolução temporal".

Esta entidade argumenta que "os indicadores em saúde valem acima de tudo por reproduzir fielmente a realidade", e que só assim é possível analisar o efeito das opções estratégicas e fundamentar a tomada de decisões.

"Nas atuais condições, com os dados disponíveis para os anos mais recentes, não existe essa garantia. Assim, entende-se não divulgar este ano a informação de progresso do VIH em Portugal, quer a nível nacional como internacional", argumenta a mesma entidade.

Ainda assim garante-se qiue o Programa Nacional para as Infeções Sexualmente Transmissíveis e Infeção pelo VIH "reitera todo o empenho em garantir que o relatório seja disponibilizado até 30 de abril de 2022".

E a DGS convoca a SPMS - Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE para solucionar as disfuncionalidades atuais do programa informático SI.VIDA, que diz ser "essencial para a recolha, gestão e divulgação da realidade da epidemia VIH em Portugal".

Tópicos
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+