Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Quase 45 mil pessoas receberam reforço da vacina este fim de semana em Portugal

14 nov, 2021 - 21:26 • Lusa

Também foram administradas mais de meio milhão de doses de reforço e adicionais da vacina contra a Covid-19 e mais de um milhão e cem mil vacinas contra a gripe.

A+ / A-

Quase 45 mil pessoas com 65 ou mais anos receberam, este fim de semana, a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em Portugal, elevando para mais de meio milhão as doses administradas, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

"No sentido de acelerar o processo de vacinação, os Centros de Vacinação do país estiveram abertos no fim de semana, tendo sido registada uma maior afluência no sábado. Nos dois dias, foram administradas pelo menos 68.700 vacinas contra a gripe e 44.700 doses de reforço da vacina contra a covid-19 (dados completos só ao final do dia) a utentes com idade a partir dos 65 anos", refere a DGS num comunicado.

Ainda de acordo com a DGS, "Portugal já administrou mais de meio milhão de doses de reforço e adicionais da vacina contra a covid- 19 e mais de um milhão e cem mil vacinas contra a gripe".

Desde 18 de outubro que está em marcha a coadministração das vacinas contra a gripe e a terceira dose da vacina contra a covid-19, que integra os cidadãos com idade igual ou superior a 65 anos e em situação de imunossupressão.

A modalidade "casa aberta" para pessoas com 80 ou mais anos, que funcionou este fim de semana para acelerar o processo de vacinação contra a Covid-19 e a gripe, "mantém-se durante a semana".

Além da modalidade "casa aberta", "está também disponível o agendamento local para os utentes elegíveis, sendo dada prioridade às pessoas com mais idade e abrangendo, gradualmente, faixas etárias mais baixas, até chegar aos 65 anos".

A convocatória para a toma das vacinas da gripe e contra a Covid-19, em simultâneo, ou apenas para a vacina da gripe, recorda a DGS, continua a ser feita através de SMS.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+