Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Gouveia e Melo rejeita voltar à "task force" e critica "sebastianismo"

10 nov, 2021 - 13:18 • Lusa

"Gostaria de ver a nossa sociedade a andar para a frente. Sebastião é cada um de nós", sublinha o vice-almirante.

A+ / A-

O vice-almirante Henrique Gouveia e Melo não vê com bons olhos o seu regresso à "task force" do processo de vacinação contra a Covid-19, rejeitando um "sebastianismo" que não seria saudável para o país.

"Estarei sempre disponível enquanto militar, mas gostaria de ver a nossa sociedade a andar para a frente de outra forma: sem nenhum Sebastião, porque Sebastião é cada um de nós", disse o ex-coordenador da "task force" nesta quarta-feira, numa conferência no Dia da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.

O militar defendeu que o país deve dar espaço às instituições nacionais para solidificarem as suas capacidades, "sob o risco de andarmos sempre de processo excecional em processo excecional".

Na segunda-feira, o médico especialista em medicina geral e familiar Rui Nogueira, considerou precipitada a desmantelação da "task foce" e defendeu o regresso de Gouveia e Melo ao programa de vacinação contra a Covid-19.

“Diria mesmo que é preciso voltar a chamar o vice-almirante. Fez-nos muito jeito e está a fazer muita falta”, afirmou à Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+