A+ / A-

Gripe. Farmácias e SNS vão ter quase três milhões de vacinas

25 out, 2021 - 06:49 • Anabela Góis , Marta Grosso

É o maior número de sempre. Autoagendamento para quem ainda não foi chamado começa na terça-feira.

A+ / A-

As farmácias já têm vacinas contra a gripe para os utentes com receita médica. Neste ano, compraram 700 mil doses – mais 200 mil do que no ano passado. No total, as farmácias e o Serviço Nacional de Saúde (SNS) terão quase três milhões de doses, o maior número de sempre.

A presidente da Associação Nacional de Farmácia (ANF), Ema Paulino, diz que há muita gente em lista de espera, mas acredita que as vacinas vão chegar para todos os que precisam.

“Temos farmácias com algumas centenas de pessoas à espera, mas estamos convictos de que, com o aumento do número de vacinas disponível este ano, vai ser possível vacinar a população de risco”, afirma à Renascença.

A grande maioria das 700 mil doses adquiridas chegam, nesta segunda-feira, às farmácias.

Tal como no ano passado, as farmácias vão ainda ter 200 mil doses do SNS para distribuir gratuitamente pelos utentes de risco (pessoas com menos de 65 anos, mas com doença cardiovascular, insuficiência renal, trissomia 21, diabetes, doença pulmonar obstrutiva crónica, doença neuromuscular ou imunossupressão).

Estas doses vão estar disponíveis a partir da terceira semana de novembro.

Na terça-feira, dia 26, começa o autoagendamento da vacina para os cidadãos com mais de 80 anos que ainda não foram chamados para a vacinação da gripe e contra a Covid-19.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+