Tempo
|
A+ / A-

Lisboa

Turista que passeou na Ponte 25 abril está com termo de identidade e residência

19 out, 2021 - 10:30 • Beatriz Lopes com redação

Ao que tudo indica, o jovem tem cerca de 20 anos e estava a apreciar a vista e a tirar fotografias.

A+ / A-

O turista francês, que na manhã de segunda-feira levou ao corte da circulação de comboios na Ponte 25 de Abril, ficou com termo de identidade e residência.

Fonte da PSP confirmou à Renascença que o suspeito de nacionalidade francesa foi constituído arguido, depois de ter sido detido pelas autoridades.

O Ministério Público abriu um inquérito. Em causa está um crime contra a segurança das comunicações, previsto no Código Penal, que se refere a um atentado à segurança de transporte por ar, água ou caminho de ferro.

Ao que tudo indica, o jovem tem cerca de 20 anos e estava a apreciar a vista e a tirar fotografias.

As viagens ferroviárias estiveram suspensas nos dois sentidos entre o Pragal, na margem Sul, e Campolide, do lado de Lisboa.

Depois, por precaução, os comboios tiveram de circular com marcha à vista, modalidade que é adotada quando é necessário que um comboio avance com máxima prudência. Esta situação gerou atrasos significativos.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+