Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19. Vila Nova de Gaia passa a concentrar vacinação em Grijó

18 out, 2021 - 19:18 • Lusa

O autarca referiu que existe um autocarro especial que transporta, gratuitamente, os utentes desde a Avenida da República até ao centro de vacinação de Grijó e que, agora, vai ser reforçado.

A+ / A-

Veja também:


O centro de vacinação instalado no Pavilhão das Pedras, no centro de Vila Nova de Gaia, vai encerrar no sábado, passando as inoculações a ser feitas no de Grijó, anunciou esta segunda-feira o presidente da Câmara.

"O centro de vacinação deixará de ser usado para a administração de vacinas a partir de sábado, concentrando a sua atividade no centro de Grijó", disse Eduardo Vítor Rodrigues, no final da primeira reunião do executivo municipal após as eleições de 26 de setembro.

O autarca referiu que existe um autocarro especial que transporta, gratuitamente, os utentes desde a Avenida da República até ao centro de vacinação de Grijó e que, agora, vai ser reforçado.

Além disso, acrescentou, Grijó tem parque de estacionamento e relativa fluidez de transporte.

Dizendo que a frequência dos centros de vacinação baixou "enormemente", Eduardo Vítor Rodrigues explicou que Grijó vai acumular os utentes do centro que agora encerra e sofrer um reforço de pessoal.

Com esta alteração, Grijó vai passar a vacinar cerca de 1.400 pessoas por dia, ao invés das 600.

"O Pavilhão das Pedras teve utilização de emergência num momento de emergência", sublinhou, frisando que, agora, os clubes que lá desempenham a sua atividade desportiva têm de regressar e precisam do espaço.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+