Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Portugal acolhe mais 80 afegãos, a maioria são atletas femininas

20 set, 2021 - 09:16 • Redação

Grupo chegou no domingo, no âmbito de uma operação conjunta que envolveu as autoridades nacionais e norte-americanas.

A+ / A-

Já chegou a Portugal um novo grupo de 80 afegãos, na sua maioria atletas da equipa de futebol feminino e seus familiares, elevando para 178 o total de cidadãos recebidos na sequência da emergência humanitária no Afeganistão.

Segundo o comunicado do Ministério da Defesa, a chegada deste grupo, no domingo, “resulta de uma operação conjunta que envolveu as autoridades nacionais e norte-americanas”.

Estes afegãos foram transferidos para unidades de acolhimento da Grande Lisboa, devendo depois ser transportados para habitações de Norte a Sul do país.

No final de agosto, o ministro da Administração Interna disse que Portugal tem capacidade financeira para acolher “na casa das centenas” de refugiados afegãos, com prioridade para mulheres, crianças, ativistas e jornalistas.

Os talibãs conquistaram Cabul em 15 de agosto, concluindo uma ofensiva iniciada em maio, quando começou a retirada das forças militares norte-americanas e da NATO.

As forças internacionais estavam no país desde 2001, no âmbito da ofensiva liderada pelos Estados Unidos contra o regime extremista (1996-2001), que acolhia no território o líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, principal responsável pelos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

A tomada da capital pôs fim a uma presença militar estrangeira de 20 anos no Afeganistão, dos Estados Unidos e aliados na NATO, incluindo Portugal.

Tópicos
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+