Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Portugal tem 24 casos da variante "Mu", mas nível de circulação é "baixinho"

03 set, 2021 - 17:40 • Redação

À Renascença, especialista do INSA fala sobre a nova variante. Ainda não há estudos que comprovem que a "Mu" possa ser mais perigosa que as variantes anteriores.

A+ / A-

Veja também:


Portugal tem, até agora, 24 casos confirmados da variante "Mu" da Covid-19. Os infetados estão espalhados por 16 concelhos e sete distritos do país, identificados durante o mês de junho e de julho.

Em cerca de 2.500 vírus sequenciados em agosto, o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) não detetou nenhum vírus correspondente a esta variante.

À Renascença, João Paulo Gomes, do INSA, aponta que esta trata-se de "uma boa indicação" que revela que a variante está num nível de circulação "baixinho".

"Esta variante não é propriamente nova, já tem cerca quase quatro mil casos pelo mundo. Tem três mutações conhecidas e já identificadas noutras variantes, como as do Reino Unido, África do Sul e Brasil", explica o microbiologista.

Questionado sobre se a variante "Mu" representa um maior risco de infeção e de falta de eficácia das vacinas, João Paulo Gomes considera ser cedo para tirar conclusões.


"Sempre que aparecem novas variantes, há sempre essa preocupação. No entanto, isso não quer dizer que nesta variante, as mutações resultem, porque podem interferir umas com as outras. Não existem estudos que permitam aferir que a variante "Mu" é mais preocupante", refere.

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais seis mortos e 1.882 infetados com Covid-19. Os dados são avançados pelo boletim diário da Direção-Geral da Saúde. O documento aponta ainda para uma redução do R, da incidência, do número de internados e de casos ativos.

Há neste momento 681 pessoas internadas com Covid-19, menos 14 do que ontem, das quais 136 em cuidados intensivos (menos quatro). Quanto a casos ativos, são agora 43.309, menos 648 do que ontem.

Portugal tem agora seis concelhos em risco extremamente elevado de Covid-19, menos um do que na semana passada, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Marvão lidera a lista pela segunda semana consecutiva. Passa de 1.838 para 2.246 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes em termos de uma incidência cumulativa a 14 dias.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+