Tempo
|
A+ / A-

Atividade do SNS em 2021 alinhada com o período anterior à pandemia

30 ago, 2021 - 19:31 • Lusa

Os hospitais públicos realizaram, de janeiro a julho, cerca de 7,3 milhões de consultas médicas e quase 412 mil cirurgias.

A+ / A-

Veja também:


A atividade assistencial nos primeiros sete meses deste ano demonstra uma recuperação do Serviço Nacional de Saúde (SNS) para os níveis registados no mesmo período de 2019, antes da pandemia da Covid-19, anunciou esta segunda-feira o Ministério da Saúde.

"Os dados mais recentes demonstram o percurso de recuperação da atividade do Serviço Nacional de Saúde, a qual já está alinhada com a realizada em igual período de 2019, ano em que se verificou o volume assistencial mais elevado no SNS", adiantou o Ministério liderado por Marta Temido, em comunicado.

Segundo os dados, os hospitais públicos realizaram, de janeiro a julho, cerca de 7,3 milhões de consultas médicas e quase 412 mil cirurgias, um crescimento de 15,1% (mais 956 mil consultas) e de 32,9% (mais 102 mil cirurgias) em relação ao mesmo período de 2020.

Comparando com os primeiros sete meses de 2019, antes da pandemia da Covid-19, "verifica-se uma variação positiva de 0,7% nas intervenções cirúrgicas realizadas e de -0,5% nas consultas médicas", assegurou a tutela.

Relativamente à recuperação da atividade nos cuidados de saúde primários, os dados provisórios acumulados até julho, indicam que foram feitas cerca de 21,3 milhões de consultas médicas, o que representa um aumento de mais de 3,7 milhões de consultas (21,1%) face a julho de 2020 e de 2,6 milhões de consultas (14,0%) em relação ao mesmo mês de 2019.

"Destaca-se, ainda, o aumento das consultas médicas presenciais, com a realização de mais 453.350 consultas (5,9%) face a igual período de 2020", avançou o Ministério, que destacou o "esforço e o empenho de todos os profissionais de saúde na recuperação da atividade assistencial" que sofreu atrasos e suspensões devido à pandemia provocada pela Covid-19.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+