Tempo
|
A+ / A-

Governo coloca 10 distritos em alerta por risco de incêndio

23 ago, 2021 - 18:36 • Redação

O anúncio surge depois da Proteção Civil ter aumentado para alerta laranja o risco de incêndio para os mesmos distritos.

A+ / A-

O Governo anunciou esta segunda-feira que há dez distritos em alerta de incêndio, por considerar que há "um significativo agravamento do risco de incêndio rural".

Segundo o comunicado conjunto dos ministérios da Defesa Nacional, da Administração Interna, do Ambiente e da Ação Climática e da Agricultura, os distritos de Aveiro, Beja, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Faro, Guarda, Santarém, Vila Real e Viseu estão em alerta entre a meia-noite de terça-feira, dia 24 de agosto, e prolonga-se até às 23h59 do mesmo dia.

O anúncio surge depois da Proteção Civil ter aumentado para alerta laranja o risco de incêndio para os mesmos distritos.

No comunicado enviado às redações, o alerta "decorre da necessidade de adotar medidas preventivas e especiais de reação face ao risco de incêndio previsto pelo IPMA em muitos dos concelhos do continente nos próximos dias".

Devido ao alerta, estão proibidas durante todo o dia de terça-feira a realização de queimadas, "trabalhos nos espaços florestais com recurso a qualquer tipo de maquinaria, com exceção dos associados a situações de combate a incêndios rurais" e a utilização de "fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão".

Assim, o Governo planeia aumentar a presença das autoridades policiais, "com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamentos dissuasores de comportamentos e de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas", e dos corpos de bombeiros de forma preventiva.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+