Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19. Imunidade de grupo "é algo difícil de alcançar"

11 ago, 2021 - 19:44 • Redação

Para a presidente da Sociedade Portuguesa de Imunologia, o mais importante é que "o máximo número de indivíduos seja vacinado para prevenir doença grave e fatalidades".

A+ / A-

Veja também:


Especialistas nacionais concordam que atingir a imunidade de grupo da Covid-19 "é algo difícil".

A Organização Mundial da Saúde (OMS) advertiu que não existe um "número mágico" para a imunidade de grupo.

Quem está de acordo é a presidente da Sociedade Portuguesa de Imunologia, ouvida pela Renascença.

"É algo difícil de alcançar, porque o processo de cálculo da imunidade de grupo é baseado em premissas que não são cumpridas na realidade", afirma Margarida Saraiva.

"70%, 80% e 90% é sempre um bocadinho irreal e pode ser baseado em cálculos que podem não se verificar", explica.

Por isso, para a presidente da Sociedade Portuguesa de Imunologia, o mais importante é que "o máximo número de indivíduos seja vacinado para prevenir doença grave e fatalidades".

Margarida Saraiva concorda que, a médio-longo prazo, a Covid-19 será uma doença endémica.

"Será como uma constipação ou gripe. Podemos não necessitar de vacinação todos os anos", considera.

Um pouco diferente é a opinião do infecciologista Jaime Nina, que diz que tornar a Covid-19 uma doença endémica em poucos meses é uma visão otimista.

"É uma visão demasiado otimista. Endémica significa que as pessoas infetadas seriam quem ainda não tinha sido vacinadas. Se continuar a aparecer variantes, é uma hipótese termos de vacinar todos os anos", explica, à Renascença.

O infecciologista reconhece ainda que há um interesse das empresas farmacêuticas em continuar a vender vacinas, mas "é por isso mesmo que existem entidades reguladoras".

"Confirmam se aquilo que a indústria é verdade ou não e controlam a atividade da indústria, incluindo a publicidade", aponta.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+