Tempo
|
A+ / A-

Costa reúne "máximo de informação" antes de decidir alívio de restrições

27 jul, 2021 - 18:00 • Lusa

Governo ouviu os especialistas reunidos no Infarmed antes do conselho de ministros de quinta-feira, que poderá anunciar alterações nas medidas para conter a pandemia de Covid-19.

A+ / A-

Veja também:


O primeiro-ministro afirmou hoje que o Governo está a preparar os próximos passos no processo de abertura do país, procurando obter o máximo possível de informação científica sobre a evolução da covid-19 antes de decidir.

António Costa destacou esta linha de atuação do seu executivo através de uma mensagem que publicou na sua conta oficial na rede social Twiiter, após ter participado na após a 22.ª sessão sobre a evolução da covid-19 em Portugal, no Infarmed, em Lisboa.

"Reunimos hoje no Infarmed, ouvindo especialistas, investigadores e técnicos, numa altura em que o processo de vacinação progride em todo o país com sucesso, e em que os portugueses continuam a ser exemplares no cumprimento das medidas de proteção para conter a pandemia", escreveu o primeiro-ministro.


Na alusão ao Conselho de Ministros desta quinta-feira, o líder do executivo acrescentou: "Preparamos os próximos passos procurando o máximo de informação possível para o processo de tomada de decisão".

No final da reunião do Infarmed, em declarações aos jornalistas, a ministra da Saúde, Marta Temido, foi questionada sobre a abordagem que o Conselho de Ministros deverá ter para o futuro próximo face à atual situação epidemiológica.

Marta Temido antecipou uma "uniformidade" de medidas, perante a prevalência da variante Delta do vírus SARS-CoV-2 "em mais de 95% do território nacional" e um "número muito significativo de concelhos em que a incidência é superior a 120 casos por 100 mil habitantes" a 14 dias.

"Tem sido fundamental conseguir mais vacinas para prepararmos agora este próximo Conselho de Ministros com uma situação de alguma esperança relativamente a uma situação que ainda vivemos de pandemia, mas na qual podemos perspetivar a forma como o regresso às nossas vidas se torna cada vez mais próximo", declarou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+