Tempo
|
A+ / A-

​Portugueses de volta ao altar. Casamentos aumentam 88%

16 jul, 2021 - 13:48 • Sandra Afonso

Dados são referentes a maio. Estatísticas apontam para mais casamentos, menos mortes, menos nados-vivos e a melhoria do saldo natural da população.

A+ / A-

O adiamento da celebração de casamentos foi uma das consequências da pandemia, mas regista agora uma tendência de crescimento.

Segundo dados divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em maio registaram-se 2.602 celebrações, o que representa um aumento de 88,4%, de abril para maio.

Já os óbitos seguem uma tendência inversa e estão em queda. Em junho foram registadas 8.116 mortes, um número inferior ao de maio (-493). Também em comparação com o período homólogo há uma descida, de 5,2% (-448).


Só relacionado com a Covid-19, foram identificados 76 óbitos no último mês, o que representa 0,9% do total de mortes em junho.

Os nados vivos também continuam a diminuir, o que já se verifica há um ano, desde julho de 2020.

Em abril e maio registaram-se, respetivamente, 6.212 e 6 629 nados-vivos, o que significa uma descida de 10,7% (-742) e 8,4% (-611), relativamente a igual período de 2020.

Em abril e maio de 2021, o saldo natural foi, respetivamente, de menos 2.217 e menos 1.972, o que compara com saldos de menos 3.487 e menos 2.361, nos períodos homólogos de 2020.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+