Tempo
|
A+ / A-

Surto de Covid-19 na prisão de Sintra

24 jun, 2021 - 11:20 • Manuela Pires

Prisioneiros da Ala B foram todos testados. Os infetados estão assintomáticos.

A+ / A-

Há um surto de Covid-19 no estabelecimento prisional de Sintra. Estão 19 reclusos infetados, indica um comunicado enviado à redação.

Depois de detetados três infetados, foram realizados testes aos 280 utentes da Ala B, tendo aqueles que deram resultado positivo sido encaminhados para o Hospital Prisional de São João de Deus, em Caxias, apesar de estarem assintomáticos.

Os restantes ficam agora em quarentena, com suspensão de atividades e sob vigilância clínica.

A Direção-Geral dos Serviços Prisionais indica ainda, na nota enviada, que existem nesta altura 21 casos ativos entre mais de 11.300 reclusos daquele estabelecimento de Sintra.

Os testes a estes reclusos, adianta, serão repetidos nos prazos definidos pela saúde pública.

O uso de máscara é obrigatório em todos os espaços comuns dos estabelecimentos prisionais.

Segundo a DGRSP, atualmente, do total de 20 mil pessoas (entre trabalhadores, reclusos e jovens internados em Centros Educativos) existem 21 casos ativos em reclusos (11.348 reclusos existentes das prisões portuguesas) e um caso de um trabalhador nos serviços centrais.

Do total de reclusos nos estabelecimentos prisionais a DGRSP refere que há 1.221 recuperados clinicamente.

Já no que se refere aos jovens internados em Centros Educativos, onde atualmente não existem casos de infeção, a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais explica que há nove casos clinicamente recuperados.

Relativamente aos trabalhadores da DGRSP, 562 estão clinicamente recuperados.

A DGRSP, em articulação com a saúde publica, continuará a desenvolver o trabalho de prevenção e de acompanhamento clínico que permitiu a resolução favorável dos casos anteriormente registados e prosseguirá com a campanha de vacinação da população reclusa que se prevê esteja concluída até ao final do presente mês de junho", explica em direção-geral em comunicado.

Segundo o coordenador da 'task force' para o plano de vacinação, mais de 80% dos reclusos já estão vacinados contra a Covid-19. "Tirando alguns reclusos que já foram infetados e recuperados e têm cumprido as regras, já temos 82% de reclusos [vacinados]", disse numa audição por videoconferência no parlamento a pedido do PSD realizada na quarta-feira.

Henrique Gouveia e Melo adiantou que há dois estabelecimentos prisionais "mais atrasados", mas que estão a ser feitos esforços no sentido de os reclusos "serem rapidamente inoculados também".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+