Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19

GNR encerra festa ilegal em discoteca em Sintra com mais de 70 pessoas

24 abr, 2021 - 20:48 • Lusa

Ainda segundo a GNR, foram levantados os respetivos autos de contraordenação e apreendidas 22 doses de haxixe e cinco doses de metanfetaminas.

A+ / A-

A GNR acabou este sábado com uma festa ilegal com mais de 70 pessoas que decorria numa discoteca, em Sintra, no distrito de Lisboa, em desrespeito às regras para combater a pandemia de Covid-19, informou a força militar.

Em comunicado, a GNR esclareceu que na sequência de uma denúncia de que a discoteca estaria a funcionar, os militares deslocaram-se de imediato para o local, confirmando tratar-se de uma festa ilegal.

"No decorrer da ação, foi desencadeada uma operação policial para identificar as pessoas que se encontravam presentes e cessar o evento, tendo sido possível identificar 71 cidadãos em incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário", referiu a nota.

Ainda segundo a GNR, foram levantados os respetivos autos de contraordenação e apreendidas 22 doses de haxixe e cinco doses de metanfetaminas.

As autoridades identificaram ainda o proprietário da discoteca, um homem de 33 anos, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Sintra.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.088.103 mortos no mundo, resultantes de mais de 145,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.959 pessoas dos 833.964 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

.

JDN // LFS.

Lusa/Fim.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José J C Cruz Pinto
    26 abr, 2021 ILHAVO 04:20
    Mais outro de entre muitos exemplos (sem contar com os que não foram detectados) de como se comporta "o melhor povo do mundo". E se se tivessem lembrado desde o início de fazer cumprir a lei, registando e autuando implacavelmente todos os infractores, e cobrando-lhes integralmente o tratamento se ficassem infectados ou infectassem alguém...?

Destaques V+