Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Coronavírus

​Novas orientações para uso das máscaras em análise. Na dúvida, use certificadas

26 jan, 2021 - 15:03 • Liliana Monteiro , Cristina Nascimento

Virologista Pedro Simas considera “importante esperar” por indicações da OMS, por exemplo, e lembra que "qualquer deslize do nosso comportamento e das regras levam a um aumento muito grande das novas infeções".

A+ / A-

Veja também:


A Direção-Geral da Saúde (DGS) esclarece que estão a analisar as atuais recomendações para o uso de máscaras como forma de prevenção e controlo da Covid.

A informação é avançada à Renascença, depois de vários países, como a França, Alemanha e Áustria, revelarem que estão a ajustar as suas orientações. No entanto, entidades como a Organização Mundial da Saúde e o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças ainda não se pronunciaram sobre esta questão.

Ouvido pela Renascença, o virologista Pedro Simas considera “importante esperar” por estas indicações, mas desde já reforça: “o que era desejável é que se usassem máscaras que fossem certificadas”.

“Nesta fase em que temos um grau de disseminação tão grande do vírus na Europa, qualquer deslize do nosso comportamento e das regras levam a um aumento muito grande das novas infeções, o que se chama um aumento exponencial”, lembra Pedro Simas.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.140.687 mortos resultantes de mais de 99,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 10.469 pessoas dos 636.190 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+