A+ / A-

Mealhada destruiu 236 ninhos de vespa asiática em 18 meses

21 jul, 2020 - 10:40 • Lusa

A revelação surgiu durante a entrega aos bombeiros da Mealhada e Pampilhosa de uma nova arma para combater esta espécie invasora. Através de um sistema de ar comprimido, a nova arma permite atingir os ninhos com um tratamento químico capaz de causar a destruição dos ninhos e vespas.

A+ / A-

A Câmara da Mealhada revelou, esta terça-feira, que foram destruídos, nos últimos 18 meses, 236 ninhos de vespas velutinas, ou asiáticas, no concelho.

A revelação surgiu durante a entrega aos bombeiros da Mealhada e Pampilhosa de uma nova arma para combater esta espécie invasora. Através de um sistema de ar comprimido, a nova arma permite atingir os ninhos com um tratamento químico capaz de causar a destruição dos ninhos e vespas.

O município liderado por Rui Marqueiro destaca que a arma é considerada "amiga do ambiente", uma vez que funciona sem químicos prejudiciais aos ecossistemas.

Na Mealhada, os bombeiros estão na primeira linha do combate à espécie invasora. A Câmara apoia financeiramente as corporações dos Bombeiros da Pampilhosa e da Mealhada na aquisição de ‘kits’ de intervenção e combate à velutina.

A vespa velutina é uma espécie asiática característica de regiões tropicais e subtropicais do norte da Índia ao leste da China, Indochina e ao arquipélago da Indonésia, sendo a sua existência reportada desde 2011 na região norte de Portugal.

A velutina distingue-se da espécie europeia Vespa crabro pela coloração do abdómen, que é predominantemente de cor preta, ao contrário da europeia, onde prevalece a cor amarela.

O Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas tem alertado para os efeitos da presença desta espécie não indígena, sobretudo na apicultura, por se tratar de uma espécie carnívora e predadora das abelhas.

A vespa asiática constitui também uma ameaça para a saúde pública, reagindo modo bastante agressivo quando tem os ninhos ameaçados, "incluindo perseguições até algumas centenas de metros".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+