Tempo
|
A+ / A-

Juiz Paulo Registo afastado do processo de Rui Pinto

27 mai, 2020 - 14:32 • Redação com Lusa

O juiz pediu escusa ao Tribunal da Relação de Lisboa, por existir suspeita sobre a sua imparcialidade. Paulo Registo é adepto do Benfica.

A+ / A-

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) aceitou o pedido de escusa apresentado pelo juiz Paulo Registo, a quem foi distribuído, por sorteio, o processo de Rui Pinto, criador do Football Leaks.

Segundo o acórdão do TRL, a que a agência Lusa teve acesso, os juízes desembargadores "acordam em deferir o pedido de escusa [afastamento], dispensando o Dr. José Paulo Abrantes Registo de tramitar e proceder ao julgamento" do processo.

O juiz (a quem foi distribuído informaticamente o processo) apresentou há pouco mais de um mês um pedido de "escusa de intervir na tramitação e julgamento, por existir suspeita sobre a sua imparcialidade", depois de surgirem notícias, fotografias e publicações nas redes sociais do magistrado a dar conta da sua ligação afetiva ao Benfica.

Rui Pinto foi detido na Hungria e estava em prisão preventiva desde março de 2019. Viu alterada a medida de coação no início do mês de abril. Está agora a residir num apartamento na Polícia Judiciária de Lisboa, onde está sob proteção policial. Isto depois de ter sido acordada uma colaboração com as autoridades que estará relacionada com a cedência de "passwords".

Rui Pinto foi pronunciado por um crime de tentativa de extorsão, seis de acesso ilegítimo, 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência e um de sabotagem informática.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+