A+ / A-

Bloco de Esquerda avança de imediato com projeto para despenalização da eutanásia

25 out, 2019 - 13:27 • Liliana Monteiro

O deputado bloquista José Manuel Pureza acredita que a despenalização pode vir a concretizar-se. Entre os vários diplomas que vão ser entregues esta sexta-feira no Parlamento está esta proposta que o partido considera ser "importante".

A+ / A-

O Bloco de Esquerda entrega, já esta sexta-feira, primeiro dia da nova legislatura, um projeto-de-lei, na Assembleia da República, que despenaliza a morte assistida em Portugal.

O deputado bloquista José Manuel Pureza firma que "por uma questão de coerência com o programa eleitoral e com a campanha" o partido volta a esta temática porque é, diz "uma proposta à qual conferimos importância".

Pureza revela que o projeto de lei tem "pequenos retoques" mas, no essencial, "mantém-se o que tínhamos apresentado na legislatura passada".

Questionado pela Renascença sobre a razão pela qual o Bloco de Esquerda regressa a um tema, e diploma, que foi chumbado na anterior legislatura, o deputado alega que o debate então feito "mostrou que há um espaço grande para que, com bom senso, razoabilidade, prudência e determinação haja maior espaço de tolerância na sociedade portuguesa e esta regra de despenalização possa vir a concretizar-se"

"Naturalmente, a nossa determinação é que seja aprovado, mas depende das opiniões dos restantes deputados", rematou Pureza.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Isabel
    25 out, 2019 17:11
    É esta a prioridade de Bloco. A realidade do País passa-lhes ao lado. A única coisa que lhes interessa é impor uma ideologia
  • Maria
    25 out, 2019 14:10
    Foi para isto que fomos ás urnas? Nem nos deixam respirar. Se estão deprimidos procurem ajuda, mas não andem a contagiar, com campanhas de morte, o País alegre que somos. Parece que os políticos que temos querem resolver a crise económica, oferecendo a solução da morte. E, infelizmente, não temos em quem votar, pois a cultura da morte é transversal a todos os partidos.

Destaques V+