Tempo
|
A+ / A-

​Operação Marquês

Sócrates foi denunciado pela Caixa Geral de Depósitos

26 jan, 2019 - 01:27

A informação consta de um capítulo secreto agora incluído nos autos do processo, ao fim de cinco anos e meio, avança o Expresso.

A+ / A-

Veja também:


Foi a Caixa Geral de Depósitos (CGD) a denunciar o antigo primeiro-ministro José Sócrates, em abril de 2013, acabando por desencadear a “Operação Marquês”. A notícia é avançada na edição deste sábado do jornal “Expresso”.

A informação consta de um capítulo secreto agora incluído nos autos do processo, ao fim de cinco anos e meio.

No âmbito da lei de prevenção e branqueamento de capitais, a CGD reportou que José Sócrates recebeu mais de meio milhão de euros do amigo e empresário de construção civil, Carlos Santos Silva.

O dinheiro chegou ao antigo primeiro-ministro de forma indireta, através da mãe.

Este “capítulo oculto” até agora pelo Ministério Público, com mais de 500 páginas, já foi entregue ao juiz de instrução Ivo Rosa, que vai decidir se José Sócrates e os restantes arguidos vão a julgamento.

A fase de instrução arranca na segunda-feira. José Sócrates é acusado de 31 crimes e de receber 34 milhões de euros em luvas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Americo
    26 jan, 2019 Leiria 12:26
    Desde quando é que esta "notícia requentada" é notícia ? Por amor de Deus. Esta notícia tem anos de velha. Porque será que o expresso a publica ?

Destaques V+