Tempo
|
A+ / A-

Nova reitora quer Universidade Católica "responsável e socialmente inclusiva"

28 out, 2016 - 22:57

Isabel Capeloa Gil tomou posse esta sexta-feira.

A+ / A-

Foi com garantias de uma Universidade Católica Portuguesa (UCP) responsável e socialmente inclusiva que a nova reitora tomou posse esta sexta-feira, em Lisboa. Isabel Capeloa Gil promete não esquecer este lema durante o seu mandato.

“Entendo a gestão da coisa académica como serviço a uma causa nobre, comprometida com o desenvolvimento integral das três missões da universidade: ensino, investigação, promoção do empreendedorismo e relação com o mundo empresarial. Sem a desculpa das circunstâncias queremos cultivar a oportunidade, honrar a reputação”, declarou Isabel Capeloa Gil.

A nova reitora promete continuar a formar homens e mulheres nas mais variadas vertentes e educá-los “para contribuir para a promoção do bem comum”.

Isabel Capeloa Gil sabe que não pode fazer tudo, mas tens projectos que quer ver concretizados e que vêm na linha da sua antecessora.

O Cardeal Patriarca de Lisboa marcou presença na tomada de posse da nova reitora da Católica. D. Manuel Clemente lembrou a encíclica 'Laudato Si', sobre ecologia e com uma mensagem também no âmbito da formação.

“Seja qual for a área de aplicação dos seus cursos, centros e institutos, a Universidade Católica terá de avançar no sentido do conjunto a que o Papa chama ecologia integral, ecologia que inclua as dimensões humanas e sociais. Não há duas crises separadas, uma ambiental e outra social, mas uma única crise socioambiental. As directrizes para a solução requerem uma abordagem integral para combater a pobreza, devolver a dignidade dos excluídos e, simultaneamente, cuidar da natureza”, apelou o Patriarca.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+