Tempo
|
A+ / A-

Estátua partida de D. Sebastião vai ser avaliada

04 mai, 2016 - 19:38

Jovem partiu estátua ao tentar fotografar.

A+ / A-

A Direcção-Geral do Património Cultural vai avaliar o valor da estátua de D. Sebastião, em estilo manuelino, destruída na terça-feira à noite na estação de comboios do Rossio, em Lisboa.

A avaliação vai servir para apurar os danos a compensar pelos autores desse acto de vandalismo.

Foi apresentada queixa-crime contra um jovem que fazia parte de um grupo que tentou subir à estátua para fazer uma fotografia. A estátua do edifício classificado como imóvel de interesse público, e que estava entre as duas portas principais do edifico, acabou por cair e partir-se.

O comando metropolitano da PSP confirmou que um dos jovens, de 24 anos, foi de imediato identificado. O acidente ocorreu cerca das 23h50 de terça-feira.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • FAFÁ
    05 mai, 2016 Cascais 20:38
    Não há respeito por nada, até parece que estamos na Síria onde os terroristas destroem o património histórico que não tem preço isto é um atentado á nossa civilização este "jovem" vai ter que ser responsabilizado.
  • jose
    05 mai, 2016 v iseu 09:36
    ......................................pois....................agora vamos ver quem paga......................................estou neste momento, a imaginar o nascimento de mais um caloteiro, a quem o próprio Estado lhe dará todas as hipoteses de fugir à conta,...............................nem que seja fazendo trabalho comunitário, pelo que, será mais uma fatura a ser paga pelo erário público, claro..........................ou será que me vou enganar !
  • luciano ildefonso
    05 mai, 2016 faro 08:53
    Como é que é possível haver gente desta, sem escrúpulos, destruir o nosso património? Deviam ser punidos de forma a não voltar a acontecer. É triste ver o que tanto custou a construir ser destruído em segundos....Tenham juízo nessa cabeça ...
  • 05 mai, 2016 Lisboa 08:43
    são estes selvagens, é a politicada etc., tudo está apostado em destruir o nosso país!!!!!!!!!!!!!!!! Agora é pagar a reposição da estátua, se não tiver dinheiro penhorem os bens, ordenados etc. dele e da família!!!!
  • Tó Zé
    05 mai, 2016 Porto 07:48
    Deveria de ser vir de exemplo. Multa pesada e serviço comunitário
  • Carlos
    05 mai, 2016 Gaia 07:41
    Tanto problema por causa de uma simples estatua, ainda por cima do D. Sebastião que com o seu orgulho tanto dano causou a portugal desde perda económica, independencia e muitas vidas. Façam agora uma estatua daquele do BES ou do BPN e metam lá no sitio!
  • Santos
    05 mai, 2016 aveiro 07:09
    50 Chicotadas no lombo em praça publica deve pagar o estrago.
  • Antonio
    05 mai, 2016 Lisboa 04:10
    Destruição de património público e também privado, grafittis etc deviam ser punidos como crime público, e pagamento e indemnização pelos estragos. Deviam publicitar na TV, para não fazerem grafitis. As polícias não funcionam, a lei é leve e essa cambada faz o que queriam
  • Jose Carlos Sequeira
    05 mai, 2016 Mação 00:08
    Em Portugal há cada vez mais gente a partir e a estragar o nosso património. Para quando uma lei que castigue severamente os que delapidam e destroem o património cultural deste país ???
  • seguro
    04 mai, 2016 lisboa 22:50
    e o Sócrates pá ????

Destaques V+