Tempo
|
A+ / A-

Vistos “gold” rendem investimento de 306 milhões

27 dez, 2013 - 20:04 • Paula Caeiro Varela

Fonte oficial do gabinete do vice-primeiro-ministro revela que a maioria das autorizações foi dada a naturais da China, seguindo-se os naturais da Rússia, Brasil, Angola e África do Sul.

A+ / A-
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+