A+ / A-

Europeias. Coligação pró-europeia do primeiro-ministro à frente nas projeções na Polónia

09 jun, 2024 - 21:40 • Lusa

Os democratas-cristãos da Terceira Via seguem logo atrás da Plataforma Cívica, Lei e Justiça, e a Confederação, atingindo 8,2% e quatro mandatos, e a Esquerda alcança apenas 6,6% e três representantes.

A+ / A-

A coligação liberal pró-europeia Plataforma Cívica (PO), do primeiro-ministro Donald Tusk, venceu este domingo as eleições europeias na Polónia, à frente dos ultraconservadores nacionalistas do partido Lei e Justiça (PiS), segundo projeções do Parlamento Europeu.

De acordo com os dados divulgados após o fecho das urnas na Polónia, às 21h00 locais (20h00 em Lisboa), o PO obtém 38,2%, elegendo 21 eurodeputados, enquanto o PiS alcança 33,9% e 19 mandatos, sendo a primeira vez que perde uma eleição em cerca de dez anos.

A grande distância das duas principais forças políticas polacas está a Confederação (extrema-direita), com 11,9% e seis eurodeputados.

Os democratas-cristãos da Terceira Via seguem logo atrás, atingindo 8,2% e quatro mandatos, e a Esquerda alcança apenas 6,6% e três representantes.

No total, estes dois partidos e o PO de Tusk, que formam a coligação no governo, totalizam 53% e 28 mandatos, um resultado superior à soma de 45,8% e 25 eleitos da oposição do PiS e da Confederação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+