A+ / A-

UE compra 12 aviões de combate a incêndios a entregar em 2027, incluindo em Portugal

25 mar, 2024 - 20:29 • Lusa

Os aviões custam 600 milhões de euros e ficarão em seis Estados-membros da UE: Portugal, Espanha, França, Itália, Croácia e Grécia.

A+ / A-

A Comissão Europeia anunciou esta segunda-feira uma verba de 600 milhões de euros para a aquisição de 12 novos aviões de combate a incêndios que serão repartidos em 2027 por seis Estados-membros, incluindo Portugal.

Segundo um comunicado do executivo europeu, as 12 aeronaves irão aumentar a capacidade de combate aéreo a incêndios do instrumento rescEU.

Os 12 novos aviões, que ficarão em seis Estados-membros da UE - Portugal, Espanha, França, Itália, Croácia e Grécia - e serão utilizados no combate a fogos na UE, particularmente durante os meses de verão, mais propensos a fogos florestais de grande escala.

As aeronaves só serão entregues a partir de 2027, prevendo-se que a atual frota de transição da rescEU se mantenha operacional até lá.

O rescUE permite que a UE reaja rapidamente perante uma emergência transnacional grave.

O orçamento total do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia no quadro financeiro plurianual 2021-2027 é de 3,1 mil milhões de euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+