Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

EUA dizem estar a acompanhar situação na Transnístria

29 fev, 2024 - 11:52 • João Malheiro

Os EUA alertam para o "papel cada vez mais agressivo" da Rússia na Europa.

A+ / A-

Os Estados Unidos (EUA) estão a monitorizar atentamente o que se está a passar na Transnístria, região da Moldávia.

Os separatistas russos da região moldova da Transnístria pediram a Moscovo “proteção”, depois da realização de um congresso especial de deputados, avançou a RFI (Radio France Internationale).

Numa nota publicada no site oficial do governo separatista, não reconhecido internacionalmente, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Vitaly Ignatiev, afirmou que as autoridades da Moldávia desencadearam uma “guerra económica” contra a Transnístria, violando acordos já estabelecidos.

Os EUA dizem estar atentos ao que se pode passar na região, até por causa do "papel cada vez mais agressivo" da Rússia na Europa.

"Os EUA apoiam firmemente a soberania da Moldávia e a integridade do território", disse o porta-voz do Departamento do Estado, citado pela Reuters.

Os separatistas de origem russa declaram a independência da Moldávia logo após o fim da União Soviética, em 1990, mas o seu estatuto como estado autónomo nunca foi reconhecido. Cerca de 1500 soldados russos estão estacionados na região onde vive quase meio milhão de pessoas.

As principais queixas evocadas pelas autoridades pró-russas da Transnístria prendem-se com a imposição de tarifas alfandegárias pela Moldóvia, o bloqueio de exportações para o espaço europeu e restrições à importação de produtos essenciais, nomeadamente de medicamentos e equipamentos de saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+