A+ / A-

Morte de Alexei Navalny

Chefes da diplomacia da UE recebem mulher de Navalny para "forte mensagem de apoio"

18 fev, 2024 - 16:34 • Lusa

Alexei Navalny, de 47 anos, era o principal opositor do regime de Vladimir Putin.

A+ / A-

Os chefes da diplomacia da União Europeia (UE), reunidos na segunda-feira em Bruxelas, vão receber a mulher do opositor russo Alexei Navalny, Yulia Navalnaya, para enviar uma "forte mensagem de apoio", anunciou este domingo o Alto Representante.

"Na segunda-feira, darei as boas-vindas a Yulia Navalnaya no Conselho dos Negócios Estrangeiros da UE", indicou o Alto Representante da União para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, numa mensagem na rede social X (antigo Twitter).

De acordo com o chefe da diplomacia comunitária, na ocasião, "os Ministros da UE enviarão uma forte mensagem de apoio aos combatentes da liberdade na Rússia e honrarão a memória de Alexei Navalny".

A reunião surge dias depois de, na sexta-feira passada, ter sido anunciada a morte na prisão do líder da oposição russa, Alexei Navalny.

Alexei Anatolievitch Navalny, 47 anos, era o principal opositor do regime do Presidente russo, Vladimir Putin.

Na segunda-feira, os chefes da diplomacia da União Europeia vão debater a guerra na Ucrânia causada pela invasão russa, com uma conversa informal por videoconferência com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba.

Entretanto, a porta-voz do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, informou a imprensa europeia que o responsável irá receber Yulia Navalnaya durante a manhã de segunda-feira.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+