Tempo
|
A+ / A-

Israel aprova lei para impedir receção de emissões televisivas estrangeiras

13 fev, 2024 - 03:48 • Lusa

Uma das consequências práticas seria impedir a receção do sinal, e assim das transmissões, da cadeia televisiva pan-árabe Al Jazeera que o governo israelita considera que "alimenta o sentimento anti-israelita".

A+ / A-

O parlamento israelita aprovou, em primeira leitura, uma lei que permite ao Ministério das Comunicações impedir as emissões em Israel de televisões estrangeiras, quando as considere uma ameaça à segurança nacional.

Uma das consequências práticas seria impedir a receção do sinal, e assim das transmissões, da cadeia televisiva pan-árabe Al Jazeera.

A norma, aprovada por 25 votos contra quatro, vai permitir também a apreensão do equipamento dos meios em causa e bloquear o acesso à sua página na internet, noticiou o The Times of Israel. O Ministério da Defesa deve certificar previamente que estas emissões representam "um prejuízo real para a segurança do Estado".

O ministro das Comunicações, Shlomo Karhi, poderia assim cumprir a sua ameaça de impedir o acesso àquela estação televisiva do Qatar, que considera que trabalha contra os interesses da defesa de Israel e "alimenta o sentimento anti-israelita".

Os militares israelitas divulgaram imagens e documentos em que acusam um dos jornalistas palestinianos que trabalham para a Al Jazeera, Mohamed Washá, de ser comandante das milícias do Hamas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+