Tempo
|
A+ / A-

Estónia acredita que Moscovo se prepara para conflito com Ocidente

13 fev, 2024 - 12:39 • Lusa

Confronto militar poderá acontecer já na próxima década, avisam serviços secretos.

A+ / A-

Os serviços secretos da Estónia admitem que Moscovo poderá estar a preparar-se para um confronto militar com o Ocidente na próxima década.

De acordo com o jornal The Guardian, a Estónia alega que o plano da Rússia é duplicar o número de forças nos países do flanco leste da NATO.
Um ataque que é "altamente improvável" a curto prazo, acredita a Estónia, tendo em conta que a Rússia tem que manter tropas na Ucrânia.

A Estónia pede ao Ocidente que se prepare militarmente para dissuadir eventuais intenções expansionistas por parte de Moscovo.

No entretanto, a primeira-ministra da Estónia e o ministro da cultura da Lituânia passaram a fazer parte da lista de procurados pela Rússia. A lista, divulgada esta terça-feira, não indica a que crimes é que Kaja Kallas está associada. Já o ministro lituano aparece associado à destruição ou danos causados a monumentos dedicados a soldados soviéticos no país báltico.

É a primeira vez que a Rússia coloca um líder estrangeiro numa lista de procurados.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+