Tempo
|
A+ / A-

Guerra Israel-Hamas

Hamas anuncia morte de três reféns em ataques de Israel

12 fev, 2024 - 18:56 • João Pedro Quesado com Reuters

As forças israelitas começaram a atacar Rafah na noite de domingo para segunda-feira, provocando a morte a cerca de 100 pessoas. 1,3 milhões de palestinianos estão concentrados na cidade.

A+ / A-

O braço armado do Hamas anunciou, esta segunda-feira, a morte de três dos oito reféns israelitas que ficaram gravemente feridos após ataques de Israel na noite de domingo para segunda-feira, na cidade de Rafah, no extremo sul da Faixa de Gaza.

"Vamos adiar o anúncio dos nomes e fotografias dos mortos ao longo dos próximos dias até que o destino dos restantes feridos se torne claro", declararam as Brigadas Al Qassam, citadas pela Reuters.

O anúncio segue-se a um assalto israelita a Rafah na noite passada, que resultou no resgate de dois reféns detidos pelo Hamas desde os ataques de 7 de outubro.

Segundo as autoridades de saúde do território controlado pelo Hamas, cerca de 100 pessoas morreram em resultado dos ataques de Israel.

Israel está a atacar a cidade de Rafah, no extremo sul da Faixa de Gaza, após o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ter ordenado ao exército que preparasse uma ofensiva. O Presidente norte-americano Joe Biden pediu diretamente a Netanyahu que garanta a segurança dos 1,3 milhões de palestinianos concentrados em Rafah - cidade para onde se dirigiram por ordem de Israel, na primeira fase da ofensiva que se seguiu aos ataques do Hamas a 7 de outubro.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+