Tempo
|
A+ / A-

​Eleições na Sérvia. Observadores detetam "irregularidades graves"

18 dez, 2023 - 19:40

As eleições parlamentares antecipadas realizaram-se no domingo. De acordo com os resultados provisórios, o SNS venceu com cerca de 46%, enquanto que a coligação Sérvia Contra a Violência não foi além de 23%.

A+ / A-

O partido SNS, do presidente Aleksandar Vucic, declarou vitória nas eleições de domingo, na Sérvia, mas os observadores internacionais detetaram “irregularidades graves” nas assembleias de voto.

As eleições parlamentares antecipadas realizaram-se no domingo. De acordo com os resultados provisórios, o SNS venceu com cerca de 46%, enquanto que a coligação Sérvia Contra a Violência não foi além de 23%.

A missão internacional de observadores divulgou esta segunda-feira um comunicado, onde refere que a eleição foi “tecnicamente bem administrada”.

No entanto, a votação foi “dominada pelo envolvimento decisivo do presidente que, em conjunto com as vantagens sistémicas do partido no poder, criaram condições injustas”, refere o grupo de observadores, em comunicado.

A campanha para as eleições parlamentares e locais na Sérvia foi também “marcada por uma retórica dura, preconceito na comunicação social, pressão sobre funcionários públicos e uso indevido de recursos públicos”.

Nas assembleias de voto, os observadores internacionais encontraram “irregularidades graves”, nomeadamente, “compra de votos”.

Os partidos da oposição também contestam a forma como decorreram as eleições.


Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+