Tempo
|
A+ / A-

Guerra Israel-Hamas

Israel atingiu 200 alvos em Gaza e Hamas disparou 50 rockets

01 dez, 2023 - 14:34 • Redação

O cessar-fogo terminou. As hostilidades regressaram em força.Vários dos ataques ocorreram em Khan Younis e Rafah, no sul de Gaza.

A+ / A-

As forças armadas israelitas afirmam que desde as 7h00 (hora local), após a violação do cessar-fogo pelo Hamas, realizou ataques aéreos contra cerca de 200 alvos em toda a Faixa de Gaza, segundo noticia o “The Times of Israel”.

A IDF diz que as tropas terrestres, entretanto, demoliram estruturas que estavam repletas de explosivos, poços de túneis, locais de lançamento de foguetes e outras infra-estruturas pertencentes ao Hamas.

Barcos com mísseis, tanques e artilharia da Marinha também realizaram ataques em Gaza esta sexta-feira, acrescenta a mesma fonte.

Enquanto isso, cerca de 50 foguetes foram disparados contra cidades do sul de Israel a partir de Gaza.

Entretanto, a UNICEF condena o reinício dos combates em Gaza, afirmando que: “Hoje, aqueles que estão no poder decidiram que a matança de crianças deve recomeçar”.

O porta-voz James Elder diz que o “terrível” estado de saúde, nutrição, água e saneamento ameaça desencadear “um desastre de magnitude sem paralelo para as crianças de Gaza.

“Aceitar o sacrifício das crianças em Gaza é a desistência da humanidade”, disse ele através de videoconferência a partir do enclave palestiniano.

Israel diz que ainda há 137 reféns do Hamas

Depois de 110 reféns terem regressado a casa, depois do cessar-fogo de vários dias, Israel afirma que 137 reféns ainda estão detidos na Faixa de Gaza.

Segundo a Associated Press, que cita o porta-voz do governo, Eylon Levy, entre os que ainda estão em cativeiro estão 115 homens, 20 mulheres e duas crianças. Dez dos reféns têm 75 anos ou mais, diz ele. A maioria, ou 126, são israelenses e 11 são estrangeiros, incluindo oito da Tailândia.

O refém mais jovem, Kfir Bibas, de 10 meses, seu irmão Ariel, de 4 anos, e sua mãe, Shiri, estão entre os reféns.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+