Tempo
|
A+ / A-

Equipas de resgate a cinco metros de trabalhadores soterrados em túnel na Índia

28 nov, 2023 - 06:57 • Lusa

Após vários contratempos, engenheiros militares e os mineiros estão a trabalhar manualmente para abrir caminho através da rocha e dos escombros, a fim de desobstruir a última secção e chegar aos homens, presos há 17 dias.

A+ / A-

As equipas de salvamento indianas encontram-se a cinco metros dos 41 trabalhadores soterrados num túnel rodoviário que desmoronou no norte da Índia, anunciou esta terça-feira o ministro-chefe do Estado de Uttarakhand.

Um tubo de aço suficientemente largo para permitir a passagem dos homens "foi introduzido até 52 metros dentro do túnel e deverá perfurar [os escombros] a 57 metros (...) A operação de salvamento deverá estar concluída em breve", declarou aos jornalistas Pushkar Singh Dhami.

Após vários contratempos, engenheiros militares e os mineiros estão a trabalhar manualmente para abrir caminho através da rocha e dos escombros, a fim de desobstruir a última secção e chegar aos homens, presos há 17 dias.

Uma equipa de três pessoas escava e insere, à vez, as últimas secções de um tubo de aço com largura suficiente para um homem passar e para permitir retirar os trabalhadores.

Estes encontram-se presos no local desde 12 de novembro, quando um deslizamento de terras provocou a derrocada de uma parte do túnel de 4,5 quilómetros que estavam a construir, a cerca de 200 metros da entrada.

As autoridades começaram a fornecer aos trabalhadores refeições quentes através de um tubo de 15,24 centímetros de diâmetro, no início da semana passada, depois de terem passado dias a sobreviver com alimentos secos enviados através de um canal mais estreito. O oxigénio chega por um canal separado.

Uttarakhand está repleto de templos hindus, e a construção de autoestradas e edifícios tem sido constante para acomodar o fluxo de peregrinos e turistas.

Este túnel faz parte da estrada Chardham, um projeto federal emblemático que liga vários locais de peregrinação hindu.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+