Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Exército israelita garante que ofensiva em Gaza "continuará até a vitória"

23 nov, 2023 - 14:51 • Lusa

Primeiro-ministro de Israel sublinha que os três objetivos da ofensiva são "a eliminação do Hamas", "o regresso dos sequestrados" e "garantir que o que aconteceu não volte a ocorrer".

A+ / A-

O chefe do Exército israelita, Herzi Halevi, garantiu nesta quinta-feira que a ofensiva militar contra a Faixa de Gaza "continuará até à vitória", apesar da trégua de quatro dias estabelecida entre Israel e Hamas.

"Não vamos acabar com a guerra. Continuaremos até a vitória. Devemos avançar e continuar a trabalhar em outras áreas onde está o Hamas", afirmou Halevi durante uma reunião com comandantes de brigada da 36ª divisão no norte da Faixa de Gaza.

Da mesma forma, Halevi sublinhou que "a pressão na manobra é tal que permitirá atingir os objetivos e criar as condições para a libertação dos reféns", segundo comunicado publicado pelo Exército israelita através do seu portal na internet.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, sublinhou que os três objetivos da ofensiva são "a eliminação do Hamas", "o regresso dos sequestrados" e "garantir que o que aconteceu não volte a ocorrer", numa referência aos ataques do grupo islamita palestiniano Hamas em Israel em 7 de outubro.

Embora Israel tenha dito que a trégua irá entrar em vigor na sexta-feira e o Hamas tenha indicado o seu início a partir desta quinta-feira, o Qatar - que desempenhou um papel de mediação - declarou que haverá um anúncio sobre esta situação nas próximas horas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+