Tempo
|
A+ / A-

EUA-China

Biden diz a Xi Jinping que competição económica não deve levar a conflito

15 nov, 2023 - 20:50 • João Malheiro

Já Xi Jinping reiterou que EUA e China têm a relação bilateral mais importante do mundo.

A+ / A-

O Presidente dos Estados Unidos (EUA) e o Presidente da China encontraram-se esta quarta-feira, praticamente um ano desde a última reunião.

Aos jornalistas, Joe Biden realçou que encontros passados entre ambos foram sempre "honestos, diretos e úteis".

Para o chefe de Estado norte-americano, é importante distinguir a competição económica de um conflito a sério entre duas das nações mais poderosas do mundo.

"Valorizo o nosso diálogo, porque é crucial que nós nos entendamos claramente, de líder para líder, sem interpretações erradas ou falhas de comunicação", afirmou, ainda.

Já Xi Jinping reiterou que EUA e China têm a relação bilateral mais importante do mundo.

O chefe de Estado chinês considera que "virar as costas não é uma opção" para os dois países.

"É irrealista para um lado remodelar o outro e conflitos e frustrações teriam consequências insuportáveis para ambas as partes", defende, também.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+