A+ / A-

crise climática

Mundo está atrasado em quase todas as políticas para reduzir as emissões de carbono

14 nov, 2023 - 08:41 • Redação

Se o mundo quiser evitar os piores impactos do colapso climático, o carvão deve ser eliminado gradualmente sete vezes mais rápido do que está a acontecer atualmente e a desflorestação deve ser reduzida quatro vezes mais rápido.

A+ / A-

Os países estão a ficar para trás em quase todas as políticas necessárias para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, apesar dos progressos nas energias renováveis e na adoção de veículos eléctricos, avança a BBC News com base no relatório sobre o Estado da Ação Climática 2023 publicado esta terça-feira.

O relatório adverte que este atraso torna ainda mais difícil a perspetiva de manter as temperaturas globais apenas 1,5ºC acima dos níveis pré-industriais.

Os autores do estudo alertam que é necessário desativar cerca de 240 centrais elétricas a carvão de tamanho médio por ano até 2030; construir o equivalente a três sistemas de transportes públicos de Nova Iorque em cidades ao redor do mundo a cada ano nesta década, parar o desmatamento, que está a acontecer numa área do tamanho de 15 campos de futebol por minuto; aumentar a taxa de crescimento da energia solar e eólica do seu máximo atual de 14% ao ano para 24% ao ano e reduzir o consumo de carne de ruminantes, como vacas e ovelhas, para cerca de duas porções por semana.

A perspetiva de permanecer dentro dos 1,5°C vai desaparecer por completo sem estas medidas, alertaram os autores.

A investigadora associada ao World Resources Institute e principal autora do relatório, Sophie Boehm, afirmou à BBC que “os esforços globais para limitar o aquecimento a 1,5ºC são, na melhor das hipóteses, fracos. Apesar de décadas de apelos de alerta, os nossos líderes não conseguiram mobilizar a ação climática nem perto do ritmo e da escala necessários.”

“Não sobra tempo para mexer nas bordas. Em vez disso, precisamos de mudanças imediatas em todos os setores nesta década”, acrescentou.

O relatório sobre o Estado da Ação Climática 2023, compilado em seis grupos de reflexão sobre o clima, examinou todos os aspetos da política climática de governos por todo o mundo.

Embora outros estudos recentes tenham constatado uma rápida aceleração da adoção de tecnologia verde em todo o mundo, incluindo a expansão das energias renováveis, o relatório encontrou poucos pontos positivos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+