Tempo
|
A+ / A-

Tecnologia

Depois do ChatGPT, o Grok: Elon Musk lança chatbot concorrente

08 nov, 2023 - 13:39 • Redação

É o primeiro produto da empresa xAI de Musk e encontra-se em testes com um grupo limitado de utilizadores nos EUA.

A+ / A-

Elon Musk criou o seu próprio bot de Inteligência Artificial (IA) para desafiar o ChatGPT, alegando que o protótipo já é superior ao ChatGPT 3.5 em vários pontos, segundo avança a revista TIME.

O chatbot está a ser desenvolvido com base em dados da rede social X, antigo Twitter, pelo que, defende a empresa, "está mais informado sobre os desenvolvimentos mais recentes do que bots alternativos com conjuntos de dados estáticos".

Ao mesmo tempo, adianta a X, foi projetado para responder “com inteligência e com um traço de rebeldia e sarcasmo”. Musk chama-lhe mesmo "inteligência artificial rebelde".

No início deste ano, Musk integrou a lista de signatários de uma petição que pedia uma pausa no avanço dos modelos de IA, de modo a permitir o desenvolvimento de protocolos de segurança partilhados a nível mundial.

“Assinei aquela carta sabendo que era inútil", referiu. “Só queria deixar registado a recomendação de uma pausa.”

O Presidente dos EUA, Joe Biden, acaba de assinar uma ordem executiva para a supervisão dos desenvolvimentos em IA, com o objetivo de estabelecer padrões de segurança e proteção de privacidade.

Na semana passada, líderes tecnológicos e académicos estiveram reunidos para debater os riscos da tecnologia na Cimeira de Segurança de IA no Reino Unido.

Desenvolvido em dois meses, o chatbot Grok vai ser disponibilizado a todos os utilizadores premium do X, assim que todos os testes estejam concluídos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+